Fibromialgia - Melatonina e amitriptilina, uma combinação positiva na luta contra a dor



Uma vez que a melatonina aumenta a qualidade do sono, a dor e o limiar da dor, os autores do estudo especularam que por si só ou em combinação com amitriptilina pode ser conseguido resultados superiores comparados com os obtidos com as drogas existentes alterando o sistema de modulação da dor melhorando da mesma forma que os sintomas clínicos, o limiar da dor e do sono. O estudo envolveu 63 mulheres com fibromialgia e tomaram amitriptilina (25 mg), melatonina (10 mg) ou a combinação de ambos. Após 6 semanas de tratamento, os resultados demonstraram que a melatonina endógena aumentou a modulação do sistema da dor nos testes realizados. O grupo de tratamento só com melatonina e tratamento combinado com amitriptilina superou na melhoria da dor percebida. No entanto, o grupo com a combinação
de amitriptilina e melatonina tem sido o melhor no tratamento dos sintomas clínicos da fibromialgia avaliadas por questionário. O estudo enfatiza novamente a importância da melatonina como um adjuvante no tratamento de um sujeito como complexo como fibromialgia. Deve sublinhar-se que a melatonina não é tóxico e não tem efeitos secundários.
(texto traduzido do espanhol SGN).




www.keymelatonin.com
web stats